UMA VINÍCOLA PARA SE APRECIAR

Buscando reconhecer seus anos de dedicação ao ramo da uva e do vinho, é que o Enólogo Antonio Salvador, juntamente com sua família, edifica seu projeto: a Vinícola Salvador

Estabelecida em um pavilhão histórico no município de Flores da Cunha, na Serra Gaúcha, faz da natureza o segredo dos complexos vinhos elaborados, dentro de um ambiente arquitetônico cultural minuciosamente restaurado. 

Um espaço único, inimaginável, fomentado por uma história vivida pela própria família, onde o vinho é a essência de todos.

UMA LONGA TRADIÇÃO FAMILIAR

Descendente de italianos vindos da região de Belluno, norte da Itália, a Família Salvador chegou ao Brasil por volta do ano 1882 e instalou-se em pequenas colônias no município de Nova Pádua / RS. A elaboração de vinhos sempre esteve ligada diretamente com a família, onde cultivava vinhas e elaboravam vinhos apenas para o consumo próprio. 

No ano de 1969, o filho da segunda geração no Brasil, Sr. Antonio Salvador, inicia seus estudos no Colégio de Viticultura e Enologia, em Bento Gonçalves. Este é o ponto de partida da história da família no ramo da vitivinicultura. 

O “Seu Salvador” como é conhecido hoje entre amigos e turistas, iniciou sua carreira muito jovem, assistiu tecnicamente inúmeras vinícolas do Brasil todo e foi um dos fundadores da Associação Brasileira de Enologia. Mas seu maior sonho sempre foi ter a própria vinícola.

E o sonho tomou forma no ano de 1998 quando da aquisição de um dos prédios mais antigos do município de Flores da Cunha. Ao lado de sua esposa Nádia M Araldi Salvador, e dos filhos Marina e Daniel, deu início à uma saga que duraria quase 10 anos. O prédio centenário localizado no coração da cidade, ao poucos retomou sua imponente forma física pela restauração, realçou sua beleza pela ambientação e ganhou “sangue novo” com a adaptação para elaboração de vinhos de elevada qualidade.